BANDEIRAS TARIFÁRIAS

A partir de 2015, as contas de energia passaram a trazer uma novidade: o Sistema de Bandeiras Tarifárias. As bandeiras verde, amarela e vermelha indicam se a energia custa mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

  • Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;
  • Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$0,01874 para cada quilowatt-hora (kWh) faturado;
  • Bandeira vermelha - Patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$0,03971 para cada quilowatt-hora (kWh) faturado;
  • Bandeira vermelha - Patamar 2: condições ainda mais custosas de geração. A tarifa sobre acréscimo de R$ 0,09492 para cada quilowatt-hora (kWh) faturado;
  • Bandeira Escassez Hídrica: condições emergenciais para geração (MP nº 1.055/2021). A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,14200 para cada quilowatt-hora (kWh) faturado.

O sistema de bandeiras é aplicado por todas as concessionárias conectadas ao Sistema Interligado Nacional - SIN, conforme figura abaixo. A partir de 1º de julho de 2015, o sistema de bandeiras passará a ser aplicado também pelas permissionárias de distribuição de energia.

Mais informações clique aqui.

 

       
       
       
       
       
DESLIGAMENTOS PROGRAMADOS

Não há desligamentos programados para esta data.

NOTÍCIAS

01.09.2021 EDITAL DE VENDA - VEÍCULO + CONTINUAR LENDO