NOTÍCIAS

21.08.2018

Aneel aprova reajuste tarifário e Cooperaliança seguirá com uma das tarifas mais baratas do Brasil

Os mais de 37 mil consumidores da Cooperaliança continuarão pagando por uma das tarifas mais baratas do país. Os valores foram votados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nessa terça-feira, 21, e passarão a vigorar no próximo dia 29 de agosto, com efeito médio de 14,38% em baixa e alta tensão.

Nas faturas de baixa tensão (grupo B – residencial) o reajuste será de 12,57% passando a tarifa de R$0,38 para R$0,42. Já os consumidores de alta tensão (grupo A – indústrias) perceberão a diferença de 17,17% e o valor ficará de acordo com o grupo tarifário em que se enquadra, bem como nas demais classes. “Somos a primeira cooperativa da região a passar pela mudança, já que as demais só terão o processo no próximo mês. Após a finalização seguiremos continuar no ranking das primeiras do país e consolidaremos novamente uma baixa tarifa”, colocou o presidente Jorge Rodrigues.

Segundo o gerente administrativo da concessionaria, Reginaldo de Jesus, o valor continuará sendo possível graças ao subsídio conquistado em 2017. “Batalhamos por muitos anos para conseguir esse auxilio e deixar de ser uma das mais caras do país. Foi uma grande conquista, que continuamos sentindo nesse ano”, ressaltou. Ainda segundo ele, com a manutenção das baixas tarifas o consumidor residencial se beneficia e as indústrias seguem em vantagem no que diz respeito a competitividade.  

A diferença será aplicados para toda área de concessão da Aliança sendo: Içara (exceto os bairros Presidente Vargas, Demboski e Aurora), Balneário Rincão, Jaguaruna e Araranguá (Barra Velha).

Fonte: Mariéli Salvador - JP 0006300/SC - Assessoria de Comunicação - Foto: Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL